Pular para o menu

ANP

ANP beneficia multinacionais, reduzindo royalties dos campos maduros

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em resolução publicada segunda-feira, 24, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) reduziu as alíquotas dos royalties do petróleo a favor das operadoras, na produção dos poços e campos de petróleo maduros. A medida atende as petrolíferas estrangeiras e abre precedentes para outros benefícios fiscais a favor das operadoras.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

ANP anuncia medidas para retomada da produção de petróleo alinhadas com ações da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Com a desculpa de revitalização de áreas terrestres e águas rasas de produção de petróleo, a Agência Nacional do Petróleo, Biocombustíveis e Derivados - ANP aprovou medidas que compactuam com as ações de abandono ou entrega de campos terrestres da Petrobrás.

Anunciadas na noite de ontem, 20, as medidas são resultado de um grupo de trabalho da própria Agência que avaliou o nível de investimentos necessários para diminuir a queda na produção e de atividades nesses tipos de operação.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Saldão ANP: litro do petróleo brasileiro a 4 centavos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Será que o governo ilegítimo do entreguista Mishell Temer vai voltar a produzir moedas de R$0,01 para quem quiser comprar 1 litro de petróleo? Pois como foi anunciado pela ANP, esta é a expectativa para o 15a Leilão de Concessão da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, que acontecerá no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, 29.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

14ª rodada da ANP: Bacia Potiguar teve apenas um bloco arrematado

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Bacia Potiguar teve apenas um bloco (POT-T-785) arrematado na 14ª Rodada de Licitações da ANP, realizada nesta quarta-feira, 27, no Rio de Janeiro. O bônus de assinatura arrecadado com a concessão desse bloco foi de R$ 412.500,00.

A empresa vencedora foi a Geopark Brasil Exploração e Produção de Petróleo e Gás Ltda. e a previsão de investimentos do Programa Exploratório Mínimo (conjunto de atividades a ser cumprido pela empresa vencedora na primeira fase do contrato), segundo a ANP, é de aproximadamente R$ 1,18 milhão.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Portal defato.com repercute denúncias do SINDIPETRO-RN

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O último levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP) revelou que a produção de petróleo e gás no Rio Grande do Norte teve uma acentuada queda. Conforme dados publicados na edição do último dia 3 de julho do boletim mensal da ANP, o volume extraído do território potiguar no mês de maio/17 foi de apenas 52.460 barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Jornal De Fato
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

ANP quer regras novas do conteúdo local em contratos antigos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) tenta permitir que as novas regras de conteúdo local do setor de petróleo sejam adotadas em contratos antigos.

Imagem para destaque: 
destaque
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

13ª Rodada: Licitação de blocos exploratórios tem 39 solicitações de inscrição em análise

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
13º Leilão
Chamada: 
Até o momento, ANP aprovou pedido de 34 concorrentes que disputarão o certame

Nesta sexta-feira, 28, as cinco empresas restantes, de um total de 39, que manifestaram interesse em participar da 13ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios de petróleo, terão seus pedidos de inscrição analisados pela Agência Nacional de Petróleo – ANP. Todas as demais 34 empresas que tiveram seus pedidos já apreciados, cumpriram os requisitos previstos em Edital e estão aptas a participar do certame, marcado para ocorrer em 7 de outubro.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Reunião com a Gerência da CPT dá início à agenda de debates

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Diante das dificuldades enfrentadas pela Petrobrás nos últimos tempos; da realização de mais uma rodada de licitações de blocos exploratórios, recentemente anunciada pela ANP; e dos rumores sobre o novo Plano de Negócios e Gestão 2015/2019, o SINDIPETRO-RN iniciou, nesta sexta-feira, 12, sua agenda de reuniões com as gerências gerais da Petrobrás no Rio Grande do Norte.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

ANP prepara terreno para cessão de campos terrestres

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
MUNDO DO PETRÓLEO
Chamada: 
Diferenciar o plano de desenvolvimento necessário para campos grandes e pequenos é uma das metas

De forma discreta, mas persistente, a Agência Nacional do Petróleo – ANP – vem preparando o terreno para o avanço da iniciativa privada sobre a exploração e a produção de petróleo e gás natural no País. Isto é o que se percebe a partir das movimentações que os dirigentes do órgão regulador vêm realizando nas últimas semanas.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Editorial reflete sobre possíveis consequências da exploração Gás de Xisto

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Formulando
Chamada: 
Antecipar tal exploração pode contribuir para baixa nos preços internacionais de combustíveis

Segundo declarou a diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo – ANP, Magda Chambriard, a 12ª Rodada de Licitações, realizada em 28 de novembro, teve por objetivo “semear a cultura do gás". Mas, de acordo com os resultados alcançados no certame, parece ter faltado uma precisão maior à declaração da dirigente. “Introduzir a cultura do gás de xisto” teria sido uma definição mais próxima da realidade.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:
Divulgar conteúdo