Pular para o menu

corrupção

Conspiração e corrupção: uma hipótese muito provável

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

 

Por José Luís Fiori e William Nozaki, do INEEP

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Benefício Farmácia: FUP denuncia ineficácia dos órgãos internos da Petrobrás e omissão dos gestores

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Os trabalhadores do Sistema Petrobrás mais uma vez são vítimas de constrangimento, em função de denúncias de corrupção, dessa vez, envolvendo uma das principais conquistas da categoria: o programa de custeio de medicamentos. Um benefício que está diretamente relacionado à saúde e à qualidade de vida dos petroleiros, principalmente os que sofrem de doenças crônicas, advindas dos riscos diários a que são expostos em seus locais de trabalho.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

FUP exige que Petrobrás instale comissão de apuração sobre corrupção no Benefício Farmácia

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em decorrência de notícia divulgada em rede nacional de televisão, sobre corrupção no sistema de Benefício Farmácia, a FUP protocolou junto à Petrobrás, nesta segunda-feira, 27, um documento que requer a criação de uma comissão destinada a apurar as graves denúncias que têm como maior vítima os trabalhadores.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Ação da FUP obriga Pedro Barusco e Paulo Roberto a reparar danos causados à honra dos petroleiros

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, e o ex-gerente de Serviços, Pedro Barusco, terão que ressarcir os petroleiros pelos danos causados à categoria, em função dos crimes que cometeram e cujas “delações premiadas” foram espetacularizadas pela mídia, levando a opinião pública a associar a estatal e os seus trabalhadores à corrupção.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Vermelho: Para quebrar monopólio da Petrobras, FHC fingiu não saber de esquema

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Com a ofensiva da direita conservadora, o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso resolveu botar a cabeça para fora do buraco e lançar o livro Diários da Presidência – volume I, com anotações dos dois primeiros anos de seu governo.

Por Dayane Santos

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Bessinha
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

SINDIPETRO-RN apoia campanha de combate à corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Dez Medidas
Chamada: 
Ministério Público Federal pretende arrecadar 1,5 milhão de assinaturas para Projeto

Em atendimento a uma convocação feita pela Procuradoria Regional do Trabalho, junto ao Movimento Articulado de Combate à Corrupção, diversos sindicatos de trabalhadores, dentre eles, o SINDIPETRO-RN, compareceram ao MPT/RN, no último dia 27 de agosto, para discutir a adesão à campanha “Dez medidas contra a corrupção”, de iniciativa do Ministério Público Federal – MPF.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Reforma Política às avessas oficializa corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Há mais de dez anos, os movimentos sociais e os trabalhadores lutam por uma reforma política democrática e eleições livres de corrupção. Em 2103, a sociedade brasileira, movimentos e partidos de esquerdas deram um recado claro ao Congresso Nacional de que é preciso acabar com o financiamento privado das campanhas. Na última semana, no entanto, os parlamentares conservadores fizeram exatamente o contrário: legalizaram a corrupção. Ignoraram uma campanha popular que recolheu 700 mil assinaturas no país inteiro, desde novembro daquele ano.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Privatização x corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Desde que começaram as denúncias sobre a corrupção na Petrobrás, os detratores da empresa voltaram a insistir na máxima da privatização da companhia, como se este fosse o melhor caminho a ser adotado pelo governo federal, para sanar os casos de corrupção e aumentar a eficiência da empresa.

O que estes mesmos conservadores deixam de citar em seus diagnósticos apocalípticos, é que corrupção pode e deve ser sanada através de investigações e punições, como tem ocorrido desde que a Operação Lava Jato foi iniciada.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
FUP
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Em defesa da Petrobrás, baianos pedem prisão para corruptos e corruptores

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Protesto
Chamada: 
Ato promovido pelo SINDIPETRO-BA reuniu lideranças sindicais e políticas

O SINDIPETRO-RN participou, na última sexta-feira, 9, de um ato em defesa da Petrobrás e dos petroleiros, contra os corruptos e corruptores do patrimônio do povo brasileiro. A entidade foi representada por seu coordenador geral, José Araújo. A atividade foi promovida pelo SINDIPETRO-BA e reuniu, debaixo de forte chuva, além de sindicalistas, lideranças políticas, movimentos sociais e sociedade civil.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
SINDIPETRO-BA
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Sobre as denúncias de corrupção e o processo de investigação na Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
Sindicato
Chamada: 
Política de terceirização e modelo de contratação de serviços favorecem os malfeitos

O SINDIPETRO-RN publicou, no dia 30 de novembro, nas edições do Novo Jornal e da Gazeta do Oeste, uma nota aos trabalhadores e ao povo potiguar com a posição da Diretoria da entidade sobre as denúncias de corrupção na Petrobrás. Tratou, também, de fatores como a desenfreada política de terceirização e o modelo de contratação de serviços adotados pela Companhia desde a década de 90, que contribuem para a prática de corrupção na Empresa.  Para o Sindicato, este processo é uma oportunidade para que a Companhia saia fortalecida, e não o contrário!

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:
Divulgar conteúdo