Pular para o menu

Petroleiros

Petroleiros norte-rio-grandenses aderiram massivamente à greve geral

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Conforme deliberação aprovada em assembleias, a categoria petroleira norte-rio-grandense rechaçou a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho apresentada pela Petrobrás e aderiu massivamente à programação da Greve Geral realizada na última sexta-feira, 14, em atendimento à convocação unitária das centrais sin

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros na Greve Geral

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Os trabalhadores e trabalhadoras do Sistema Petrobrás aprovaram nas assembleias ampla participação na Greve Geral de sexta-feira, dia 14. Haverá paralisações de até 24 horas nas unidades da empresa por todo país. No Alto do Rodrigues, já houve um ato chamando para fortalecer o movimento esta semana.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Alexandre Domingos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros norte-rio-grandenses rejeitam proposta da Petrobrás e aprovam greve no dia 14

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Reunidos em assembleia geral extraordinária, com sessões deliberativas realizadas no período de 3 a 6 de junho, trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás no RN decidiram se manifestar de forma avassaladora: por 99,66% dos votos, rejeitaram a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho apresentada pela companhia, e, por 99,32%, aprovaram participação na greve geral de 14 de junho. 
Sem um único voto a favor da proposta da Petrobrás ou contra a participação na greve geral, as únicas discordâncias registradas resultaram de
Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arthur Varela
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros do RN seguem rejeitando proposta da Petrobrás e aprovando indicativo de greve

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Por esmagadora maioria, a categoria petroleira norte-rio-grandense segue aprovando os indicativos da Federação Única dos Petroleiro – FUP e do SINDIPETRO-RN de rejeição da proposta da Petrobrás para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e de participação na greve geral da classe trabalhadora brasileira, agendada para 14 de junho.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

#30M: Petroleiros voltam às ruas nesta quinta em defesa da educação

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Nesta quinta-feira, 30 de maio, os petroleiros estarão novamente junto com o estudantes, professores e trabalhadores ligados à educação ocupando as ruas do Brasil contra os cortes de verbas nas universidades e institutos federais, pretendidos pelo governo Bolsonaro. Será também mais um importante esquenta para a greve geral do dia 14 de junho, que contará com a participação da categoria.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Gilson Sá
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros e petroleiras reafirmam luta pela soberania nacional

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Os petroleiros e petroleiras presentes à 8ª Plenária Nacional da FUP, em Belo Horizonte, aprovaram por unanimidade um amplo calendário de lutas em defesa da soberania nacional e a construção de uma greve forte e unitária em todo o Sistema Petrobrás contra as privatizações, por preços justos para os combustíveis, em defesa da liberdade e autonomia sindical e por nenhum direito a menos.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Defender a educação e a nossa soberania é um dever de todos

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Nesta quarta-feira, 15, a categoria petroleira se junta aos professore e demais profissionais da educação no Dia Nacional de Luta pela Educação, contra os ataques do governo Bolsonaro às universidades e escolas públicas. Os cortes generalizados de verbas, as perseguições aos professores e estudantes, a negação das pesquisas científicas, a tentativa de acabar com os cursos de filosofia e sociologia são parte do projeto de criminalização do conhecimento que vem sendo promovido pelo atual governo. Por trás desse processo, está o desmonte do Estado brasileiro.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

1º de Maio: Sindicato convida petroleiros para reforçar manifestações unitárias

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN está convidando a categoria petroleira norte-rio-grandense para participar ativamente das manifestações relativas ao 1º de maio, Dia Internacional dos Trabalhadores.

Em Natal, a concentração organizada pelas centrais sindicais acontece a partir das 8h30, na Praça das Flores, em Petrópolis, com saída em caminhada às 10h00, em direção à Praia do Meio.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Plenária regional de petroleiros em Macau debate reforma da Previdência

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Com foco no debate da proposta de reforma da Previdência e presença de muitos familiares de trabalhadores e trabalhadoras dos setores público e privado, o SINDIPETRO-RN promoveu a 1ª Plenária Regional dos Petroleiros e Petroleiras da Região de Alto do Rodrigues, Guamaré e Macau (PLENAPETRO). 
O evento foi realizado nas dependências do Centro Petrobras de Desenvolvimento Sustentável, localizado no distrito de Diogo Lopes, município de Macau, e constitui atividade preparatória do 34º Congresso Estadual dos Petroleiros
Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Christian Vasconcelos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Petroleiros foram estopim da primeira greve geral na ditadura

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em 05 de julho de 1983, os petroleiros da Replan (SP) iniciaram uma das mais importantes greves da categoria, que logo em seguida teve a adesão dos trabalhadores da Rlam (BA). Foram sete dias de enfretamento, em um movimento essencialmente político contra a ditadura, cujo estopim foi um decreto do general João Batista Figueiredo, para cortar direitos dos trabalhadores de estatais e reduzir efetivos.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo