Pular para o menu

Reforma da Previdência

Abaixo-assinado contra a reforma da Previdência já circula nas ruas e nas redes

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Já está circulando, nas ruas e nas redes sociais, um abaixo-assinado contra a reforma da Previdência Social proposta pelo governo Bolsonaro. A coleta de assinaturas conta com o apoio de nove centrais sindicais (CGTB, CSB, SCP-Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical, NCST e UGT), além das Frentes Políticas “Brasil Popular” e “Povo sem Medo”. O documento dirige-se aos parlamentares federais solicitando o voto contra a Proposta de Emenda Constitucional nº, 06/2019, que modifica o sistema de Previdência Social.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mossoró tem protestos contra a reforma da Previdência

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
22 de março
Chamada: 
Jornada começa com ato público em frente à sede da Petrobrás

Na próxima sexta-feira, 22, será realizado o Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações contra a PEC n°. 06/2019, que rebaixa direitos previdenciários da classe trabalhadora brasileira. Em Mossoró, a população também sairá às ruas para protestar.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Centrais sindicais convocam greve contra a “Reforma” da Previdência no dia 5/12

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Em convocação unitária, as nove maiores centrais sindicais brasileiras estão conclamando trabalhadores e trabalhadoras de diferentes categorias profissionais para construírem uma grande greve nacional no dia 5/12.

O objetivo imediato é fazer com que a nova proposta de desmonte da Previdência Social, apresentada recentemente por Temer, seja definitivamente retirada da pauta do Congresso Nacional.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Contag: Reforma da Previdência pode excluir 80% dos segurados atuais

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A proposta do governo para a aposentadoria dos trabalhadores rurais poderá tirar 80% dos segurados atuais do Regime Geral de Previdência Social (RGPS). A afirmação foi feita nesta quarta-feira (22) pelo presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alberto Broch. Ele participa de audiência pública promovida pela comissão especial que analisa a reforma da Previdência.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Manifestação unitária em Natal reforça luta contra o desmonte da Previdência

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Cerca de oito mil pessoas atenderam ao chamamento de sindicatos e centrais sindicais e saíram às ruas de Natal, na tarde desta quarta-feira, 15, para protestar contra o desmonte da Previdência Pública e o fim da aposentadoria patrocinados pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Christian Vasconcelos
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Em dia de luta contra a reforma da Previdência petroleiros protestam em Natal e Mossoró

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Nesta quarta-feira, 15, Dia Nacional de Luta contra o desmonte da Previdência e o fim da aposentadoria, petroleiros e petroleiras lotados nas sedes administrativas da Petrobrás, em Natal e Mossoró, somaram-se, logo no início do expediente,

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Deivson Mendes
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Hora de reforçar a mobilização nacional contra o desmonte da Previdência!

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN convida a categoria petroleira norte-rio-grandense a se manifestar e reforçar os atos públicos unitários programados para esta quarta-feira, 15, como parte da jornada nacional de luta contra o desmonte da Previdência e o fim da aposentadoria.

Imagem para destaque: 
destaque
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Juntar forças para construir a jornada nacional de 15 de março!

Publicar no Na Hora: 
off

No dia 15 de março, milhões de brasileiros e brasileiras sairão às ruas para protestar. Convocada como Dia Nacional de Luta com Greves e Paralisações contra o desmonte da Previdência Pública, a jornada de protestos deverá aglutinar diversos setores e segmentos sociais, nas cidades e no campo.

Imagem para destaque: 
destaque
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mais de 150 mil marcham contra a reforma da Previdência e por igualdade

Publicar no Na Hora: 
off
Chapéu: 
8 de março
Chamada: 
Dia Internacional da Mulher foi marcado por ocupações e protestos nas principais cidades do país

Pelo menos 150 mil mulheres do campo e da cidade foram às ruas nesta quarta (8) em cidades de todo Brasil, de acordo com levantamento do Brasil de Fato, com base nos dados fornecidos pelas organizações participantes. Ocupações, atos, debates e outras atividades de enfrentamento discutiram pautas como a reforma da Previdência, o direito ao aborto e a luta contra o feminicídio.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Mídia Ninja
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Mulheres norte-rio-grandenses repudiam reforma da Previdência e dizem não à retirada de direitos

Publicar no Na Hora: 
off

No Rio Grande do Norte, tal como em todo o Brasil, o 8 de março – Dia Internacional da Mulher – será marcado pelas manifestações de protesto contra a reforma da Previdência e a onda neoliberal de ataques a direitos sociais e trabalhistas desfechada pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

Imagem para destaque: 
destaque
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo