Pular para o menu

Ato das centrais cobra justiça e reparação dos trabalhadores vítimas da ditadura militar

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

FUP

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Justiça para as pessoas vítimas da #Shell na Nigéria

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
Pessoas vs Indústrias Petrolíferas
Chamada: 
Ajude o povo nigeriano na luta para responsabilizar as petrolíferas por poluição e pilhagem

Em poucos dias, o parlamento da Nigéria pode aprovar uma multa de 5 bilhões de dólares para a gigante poluidora Shell por conta de um derramamento de óleo que devastou a vida de milhões de pessoas, e aprovar uma lei para responsabilizar empresas petrolíferas por poluição e pilhagem. Esse é um momento crítico, e a menos que nos pronunciemos a respeito, as gigantes petrolíferas vão destruir essa oportunidade.

Imagem para destaque: 
destaque
Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
Publicar no destaque principal
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Insegurança no trabalho faz mais três vítimas em plataforma da Petrobrás

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora
Chapéu: 
ACIDENTE
Chamada: 
Sindipetro-RN lamenta o falecimento de jovem petroleiro e cobra mais segurança na Petrobrás

Mais uma vez, o Sindipetro-RN faz o difícil papel de comunicar um acidente grave com companheiros petroleiros. Recebemos com profundo pesar a notícia sobre o desastre ocorrido, dia 26 de dezembro, na Plataforma Ubarana 3 (PUB-3) da Petrobrás (região de Guamaré), que vitimou fatalmente o técnico de segurança Aldo Dias, e deixou o mecânico Francisco Wilson Vieira e o técnico de operação Pedro Leopoldo da Silveira Neto feridos.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
Publicar no destaque secundário
Compartilhar:

Número de vítimas da ditadura chilena chega a 40 mil

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O número oficial de vítimas da ditadura militar chilena (1973-1990), sob o comando de Augusto Pinochet, subiu para 40.280 pessoas, entre assassinados, desaparecidos e torturados. O dado consta no novo relatório oficial da Comissão Assessora para a Qualificação de Presos, Desaparecidos, Executados Políticos e Vítimas de Prisão Política e Tortura (mais conhecida como Comissão Valech), entregue na quinta-feira ao presidente Sebastián Piñera.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo