Pular para o menu
1305676018

Acidente na Revap mata um trabalhador e fere gravemente outros dois. Todos terceirizados.

17 de maio de 2011 às 20:46

A FUP tomou conhecimento da ocorrência de mais um acidente fatal de trabalho no Sistema Petrobrás. O acidente foi na unidade HDT de instáveis da Revap, em São José dos Campos, onde aconteceu um vazamento seguido de incêndio no final da tarde desta terça-feira, 17. Um trabalhador morreu e outros dois estão gravemente feridos, com queimaduras generalizadas. Todos eram prestadores de serviço, contratados pela empresa LM. É a segunda morte de trabalhador terceirizado ocorrida este ano na Petrobrás. Desde 1995, a insegurança na empresa já vitimou 291 petroleiros, dos quais 234 eram terceirizados.

É inadmissível a complacência da gestão da Petrobrás com as condições inseguras de trabalho a que são expostos os trabalhadores para manter a produção e os lucros da empresa a pleno vapor. A FUP e seus sindicatos têm cobrado e se mobilizado para que a estatal altere seu modelo de gestão do SMS, tomando como base as reivindicações e propostas dos trabalhadores. Esse é um debate cada vez mais urgente e que deve ser priorizado pela direção da Petrobrás.

Na última campanha reivindicatória, a Federação arrancou da empresa o compromisso de realizar um fórum para o movimento sindical discutir com a diretoria executiva e os gerentes de SMS mudanças na política de segurança da estatal. A FUP apresentou em dezembro passado sua proposta de formatação e temas a serem debatidos e desde então tem insistentemente cobrado da Petrobrás a realização imediata do fórum.

Alessandra Murteira pela FUP

Compartilhar: