Pular para o menu
1366053941
Retração

Ato Público denuncia desemprego e exige mais investimentos

Evento foi realizado em Mossoró e reuniu diversas representações sindicais e lideranças políticas

15 de abril de 2013 às 16:25

destaque

Foto: Christian Vasconcelos

Indignação e firmeza. Estas foram as principais marcas do Ato Público realizado na manhã da última sexta-feira, 12, em frente ao portão principal de acesso à Base 34, sede administrativa da Petrobrás, em Mossoró (RN). Com forte repercussão na mídia local, o evento teve por objetivos protestar contra o crescimento do desemprego e exigir da Petrobrás a retomada dos investimentos na região.

A justeza das reivindicações mobilizou cerca de 500 trabalhadores da estatal e de empresas terceirizadas, além de representações sindicais de diversas categorias, direta ou indiretamente ligadas à cadeia produtiva do petróleo. Também presentes, integrantes dos legislativos municipal, estadual e federal comprometeram-se em ampliar a discussão sobre os temas, em suas respectivas Casas, cobrando uma posição da Petrobrás.

Segundo o coordenador geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, o número de trabalhadores empregados em empresas terceirizadas da Petrobrás na região já caiu quase à metade. “Há dois anos, eram perto de oito mil; hoje, são apenas 4.400, com tendência a diminuir ainda mais”. O fenômeno, segundo Araújo, é consequência da mudança de orientação que vem sendo imposta à Companhia, desde a posse da atual presidente, Graça Foster. Ele explica que “os investimentos em campos terrestres estão sendo reduzidos para que os recursos, inclusive humanos, possam ser maciçamente concentrados nos campos do Pré-sal, que são mais lucrativos”.

Desdobramentos – Em âmbito local, as consequências da retração nos investimentos da Petrobrás não se restringem aos setores integrantes da cadeia produtiva do petróleo. Além do retrocesso nas atividades relacionadas à sondagem e perfuração, construção civil e metalurgia, denunciadas pelos dirigentes sindicais presentes ao Ato Público, outros segmentos econômicos que exercem papel complementar e de apoio estão sendo afetados. É o caso do transporte rodoviário, comércio, hotelaria, asseio e conservação, e do preparo e fornecimento de alimentação. Segundo depoimentos de empresários locais, esses e outros setores estão registrando diminuição de faturamento, e algumas empresas poderão fechar, tornando ainda mais grave o panorama atual.

A sociedade, no entanto, não parece disposta a assistir a tudo passivamente. Afinal, petróleo e gás respondem por quase metade do PIB industrial norte-rio-grandense, com peso ainda maior na região oeste do Estado. No mesmo dia em que o Ato Público foi realizado, a Câmara Municipal de Mossoró promoveu a maior Audiência Pública de sua história, para debater “A retração dos investimentos da Petrobrás na cadeia produtiva do petróleo em Mossoró e região”.

Veja, aqui, a relação de entidades e parlamentares presentes ao Ato Público realizado em frente à Base 34, em Mossoró...

Sindicato dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte (SINDIPETRO-RN); Sindicato dos Metalúrgicos de Mossoró (SINDMETAL); Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Mossoró (SINTRACOMM); Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Mossoró (SINTROM); Sindicato dos Comerciários de Mossoró (SECOM); Sindicato dos Bancários de Mossoró e Região (SINDBANCÁRIOS); Sindicato dos Hoteleiros de Mossoró (SINDHOTELEIRO); Sindicato dos Trabalhadores em Asseio, Conservação e Limpeza do Rio Grande do Norte  (SINDLIMP-RN); Sindicato dos Trabalhadores nos Correios (SINTECT-RN); Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Hospitais Particulares de Mossoró (SINTRAPHAM); Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Servidores Públicos Municipais do RN (FETAM); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/RN); Central Única dos Trabalhadores (CUT/RN); União Geral dos Trabalhadores (UGT/RN); Deputada Federal Sandra Rosado (PSB-RN); Deputada Estadual Larissa Rosado (PSB-RN); Vereador Genivan Vale (PR-Mossoró); Vereador Lairinho Rosado (PSB-Mossoró).

Compartilhar: