Pular para o menu
1321473314

Censo 2010: desigualdade salarial entre zonas urbana e rural do RN permanece

Embora muitos indicadores tenham melhorado em 10 anos, as maiores desigualdades permanecem entre áreas urbanas e rurais

16 de novembro de 2011 às 16:55

O Censo 2010 do IBGE detectou que, embora muitos indicadores tenham melhorado no Rio Grande do Norte em dez anos, as maiores desigualdades permanecem entre as áreas urbanas e rurais. O salário médio das pessoas de 10 anos ou mais de idade, com rendimento, ficou em R$ 543,57 no Estado. Na área rural, o valor representou menos da metade (R$ 241,52) daquele da zona urbana (R$ 627,14).

O valor do rendimento nominal médio mensal das pessoas de 10 anos ou mais de idade, no RN = (R$ 543,57). Por cor ou raça, os números mostram que: branca (R$ 702,12); negra (463,44); amarela (R$ 508,55); parda (R$431,53); indígena (R$686,90).

O valor do rendimento nominal mensal médio das pessoas 10 anos ou mais de idade, mostra por gênero que as mulheres do RN (R$ 431,04) alcançaram cerca de 65 % do valor dos homens (R$ 663,09), percentual que variou entre as regiões.

Fonte: Tribuna do Norte

Compartilhar: