Pular para o menu
1310499781
Cultura

Congresso também abriu espaços para manifestações artísticas

Grupos de música (Propagamus) e dança (Uyrandê e Yanniporã) fizeram parte da programação

12 de julho de 2011 às 16:43

Além da discussão da tese em Plenário e das discussões das reivindicações específicas nos Grupos de Trabalho (setor público, setor privado e aposentados), o 26º CEPETRO-RN contou com uma programação cultural que abrilhantou o evento. Na abertura dos trabalhos, apresentou-se o Grupo Vocal Propagamus. Criado em 2010, mas já com diversos trabalhos em seu portfólio, o Propagamus é formado por Barbara Mattiuci, Leandro Rocha, Valdira Pontes e Hárrison Dantas, que também é regente do Coral da Petrobrás em Mossoró e regente auxiliar do Coral de Natal. Atualmente, o grupo está preparando seu novo espetáculo “Música de Cinema”e ensaiando para as gravações de seu primeiro CD.


Já, na abertura dos trabalhos do dia 2, sábado, foi a vez da Dança tomar conta do palco. Primeiro, com dois integrantes do Grupo Uyrandê, que significa “nascer do sol”. Criado em 2009, o Uyrandê possui 16 integrantes. No Congresso, apresentaram-se Djalma Júnior e Claudete Roseno, que também é diretora do SINDIPETRO/RN. Em seguida, foi a vez do Grupo Yanniporã, que significa “belo presente de Deus”. Fundado em maio de 2010, o Yanniporã é formado por jovens moradores da comunidade Novo Horizonte, atendidos pelo Projeto Social “Grão de Mostarda”. O grupo é assistido em caráter voluntario pelo professor e coreógrafo Djalma Júnior, que integra o Uyrandê.

Compartilhar: