Pular para o menu
1309963531

FUP reafirma luta em defesa do monopólio estatal do petróleo

06 de julho de 2011 às 11:45

Veja nota da coordenação geral da FUP, reafirmando luta em defesa da soberania nacional e do monopólio estatal do petróleo, através da Petrobrás 100% pública e estatal:

"Ao longo dos seus 15 anos de atuação no movimento sindical, a Federação Única dos Petroleiros tem protagonizado um patamar de lutas importante, que é a defesa do monopólio estatal do petróleo e da Petrobrás 100% pública e estatal.

Na luta pela soberania do Estado na exploração e produção de petróleo, a FUP unificou os movimentos sociais em torno desta campanha e conquistou avanços importantes, principalmente, no sentido de pautar o governo e os parlamentares sobre a necessidade do Estado controlar os recursos energéticos do país. Através do PLS 531/2009 (em tramitação no Senado Federal), a FUP e os movimentos sociais cobram o controle público integral de todo o petróleo brasileiro e não apenas do pré-sal. O PLS garante o restabelecimento do monopólio estatal e a retomada dos blocos exploratórios que já foram leiloados.

A luta da FUP pelo petróleo brasileiro não tem se limitado à defesa dos blocos petrolíferos situados em mar, mas também está focada na defesa da manutenção dos investimentos da Petrobrás nos campos de produção terrestres. Em 2009, a FUP e seus sindicatos realizaram intensas mobilizações nacionais, que impediram a entrega destes ativos ao setor privado, como queriam os empresários e os parlamentares que alteraram o projeto original do governo para a capitalização da estatal. Conforme reivindicado pela FUP, o então presidente Lula, ao sancionar o projeto de capitalização da empresa em 2010, também vetou o trecho que obrigava a Petrobrás a se desfazer de mais de 70% dos seus campos terrestres para ressarcir a União no processo de capitalização.

A FUP, portanto, continua focada nesta trincheira de luta, intensificando a interlocução e as mobilizações conjuntas com os movimentos sociais, em defesa da soberania nacional. A batalha pela volta do monopólio estatal do petróleo está no DNA da Federação Única dos Petroleiros".

João Antônio de Moraes - coordenador geral da FUP

 

Compartilhar: