Pular para o menu
1308926598

Petrobras atrasa novamente projeto no Golfo do México

24 de junho de 2011 às 11:43

A primeira unidade de produção e armazenamento de petróleo do tipo FPSO (unidade flutuante de armazenamento e transferência, na sigla em inglês) do Golfo do México começará a operar somente no final do ano, e não em meados de 2011, como havia sido anunciado anteriormente, afirmou a Petrobras na noite de quinta-feira. "O início da produção do projeto Cascade-Chinook é esperado para o fim de 2011. A data foi ajustada devido a questões de autorização do sistema submarino", afirmou uma porta-voz da empresa por e-mail.

Ela não pode oferecer mais detalhes e não estava disponível para dar mais informações. A Petrobras havia dito que esperava começar as operações no projeto de águas profundas do Golfo em meados deste ano. O projeto será o primeiro a transportar petróleo do Golfo até a costa por meio de um navio e não de um duto. Antes do grande vazamento de petróleo do poço Macondo interromper o desenvolvimento de projetos de petróleo e gás no Golfo, no ano passado, a Petrobras havia previsto iniciar o projeto Cascade-Chinook em 2010.

A reserva fica a 165 milhas da costa da Lousiana, em águas de mais de 8 mil pés de profundidade. No início de junho, a Petrobras e a Exxon anunciaram volume recuperável de petróleo estimado em mais de 700 milhões de barris de óleo equivalente, numa das maiores descobertas da última década no Golfo.

Fonte: Portal Terra

Compartilhar: