Pular para o menu
1568989567

Proposta do TST será debatida pelo CD da FUP na próxima terça, 24

20 de setembro de 2019 às 11:26

destaque

Foto: Arquivo

Na noite de quinta-feira, 19, o TST apresentou uma proposta de conciliação para a celebração do Acordo Coletivo dos trabalhadores da Petrobrás. A oferta aconteceu após a realização de duas reuniões de mediação entre o vice-presidente do Tribunal, Renato de Lacerda Paiva, a FUP e a FNP.  A divulgação foi feita em transmissão no canal do TST, no You tube, cujo link foi replicado pelo SINDIPETRO-RN, em suas páginas e contas nas redes sociais. 
A proposta do TST será avaliada pelas assessorias jurídica e do Dieese e discutida no Conselho Deliberativo da FUP, em reunião agendada para a próxima terça-feira, 24. Na oportunidade, além de um indicativo sobre o posicionamento da categoria com relação à proposta,  também deverão ser decididos os próximos passos da campanha reivindicatória. Além dos membros da Direção, participam da reunião do CD da  FUP repreentantes dos 13 sindicatos filiados.  
Posicionamento preliminar
A Diretoria do SINDIPETRO-RN reúne-se na manhã deste sábado, 21, por vídeoconferência, com assistências abrigadas nas subsedes de Natal e Mossoró. O fórum analisará a proposta apresentada pelo TST e aprovará posicionamento preliminar, a ser apresentado ao Conselho Deliberativo da FUP. A programação de sessões deliberativas destinadas a promover o debate da proposta com a categoria petroleira norte-rio-grandense também deverá ser objeto de deliberação.
O Sindicato reafirma a necessidade de preservação do espírito de unidade, indispensável para que a força da categoria seja resguardada. Além da Campanha Reivindicatória, a defesa da sobrevivência da Petrobrás enquanto companhia integrada, bem como de de sua permanência em vários estados do país, atuando como instrumento indutor de desenvolvimento, exigirá dos trabalhadores e trabalhadoras grande empenho e disposição de luta.
Arquivos anexados
AnexoTamanho
DESPACHO-TST-19-09-19.pdf255.6 KB
Compartilhar: